5 Centavos

Tenho 73 anos e sou aposentado há alguns anos. Demorei a ganhar bem pois no começo da minha adolescência trabalhei em comércio enquanto ajudava meus pais com as contas e com o que sobrava, juntava dinheiro para a faculdade. Não foi fácil, mas consegui me formar.
Minha esposa é aposentada também, com ela tive três filhos e graças a eles, seis netos e três bisnetos.
Apesar de alguns problemas de saúde causados pela idade, sou feliz.

Há alguns dias estive no centro para sacar o dinheiro mensal da minha aposentadoria.
Ao voltar, vi que um jovem abaixou-se alegre para pegar uma moeda que avistou no chão, mas ao ver que era de apenas cinco centavos, desanimou e deixou-a onde estava.
Dei alguns passos, me aproximei, juntei a moeda e calmamente falei:
- Quem não dá valor a cinco centavos, não merece um real.
Porque precisamos valorizar o que temos por maiores que sejam nossas ambições. Uma cama pra dormir, prato de arroz e feijão pra comer, uma casa sequinha dos dias de chuva parecem pouco pra você, mas para um mendigo é ostentação, por exemplo.
Precisamos encontrar prazer na simplicidade, pois é nela que mora a verdadeira felicidade. Quem não consegue apreciar os pequenos bons momentos, domina-se facilmente pela ganância. E a ganância polui as pessoas, tornando-as frias e egoístas. Chega-se ao topo, mas continua-se insatisfeito e com o coração impregnado de rancores.

Portanto, quem não consegue gostar do pouco não merece o muito.

Share:

2 Fumados comentaram aqui

  1. Isso mesmo. Arrasou, bela reflexão.
    As coisas realmente boas estão nas coisas simples.
    Adorei.
    Beijos.
    https://s-wanqueen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Muitas pessoas vivem reclamando de suas vidas e se esquecem que existem pessoas que possuem muito menos e conseguem ser felizes mesmo assim.
    Lindo texto

    ResponderExcluir

E aí, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de dizer que sou um lixo, me mandar pra puta que pariu? Comenta aí!

Obs: Não pagarei seu cardiologista nem seu psicólogo/psiquiatra caso acabe precisando.