5 Séries Originais da Netflix pra Vegetar Assistindo

Se tem uma coisa que eu AMO fazer é ver série, e desde que assinei Netflix em meados de 2015, comecei e nunca mais parei. ♥
Hoje em dia eu não vivo sem assistir uma série antes de dormir (pelo menos até entrar numa faculdade e não poder mais dormir tarde).
Portanto, resolvi indicar algumas séries originais da Netflix que eu assisti e amei muito. Basta clicar em continue lendo para ver ;)









1. Orange is the New Black: 
Foi a primeira série que eu assisti, e me arrisco a dizer que é minha favorita. Resumindo, Piper é uma mulher da classe média que foi presa por um crime que cometeu há anos atrás. Sei que falando assim soa chato, mas a série é muito foda e não quero dar spoiler.
Há bastante desconstrução de tabus, feminismo, cenas engraçadas, cenas tensas (óbvio, né? a série se passa numa prisão), cenas de amor... tem de tudo um pouco, sem falar que a abertura é tão fodástica que eu decorei a letra e até tenho a música baixada no meu celular. ♥

2. Stranger Things:
A série quando um garotinho de em média 8 anos desaparece e seus amigos resolvem investigar o que há por trás desse acontecimento (e óbvio, onde ele está). Ela puxa um pouco pro lado sobrenatural (coisa que eu amo ♥) e fala sobre a Terra ter mais de uma dimensão (tipo um submundo). Minha personagem favorita é a Eleven e eu simplesmente adorei que colocaram Should I Stay or Should I Go na trilha sonora!
Ah: a série é curta, tem apenas 8 episódios, pra alguns isso é meio chato, mas pra mim é maravilhoso! Estou desatualizada em tanta série que chega a ser bom quando as temporadas são curtas, eu termino mais rápido e já começo logo a próxima.

3: The OA:
Quatro anos após seu desaparecimento (e mantimento em cativeiro), Prairie ressurge praticamente do nada para a casa dos seus pais. Detalhe: ela era cega antes de sumir, mas ao voltar, não é mais. Como ela recuperou a visão? Onde ela estava? O que faziam com ela? Ela esconde um segredo.
Não posso falar muita coisa, mas deixo dito que a série é maravilhosa e vale MUITO a pena assistir.
Assim como ST ela só tem 8 episódios, então se assim como eu você é apressadinha pra terminar as séries, vai amar!


4. Desventuras em Série:
Baseada nos livros de Lemony Snicket, a série conta a história de Violet, Klaus e Sunny, três crianças que do nada, ficaram órfãs. Guiadas por Mr Poe, elas vão parar na casa do Conde Olaf, pois segundo o testamento dos seus pais, se um dia eles morressem precocemente, elas deveriam ser criadas pelo parente mais próximo.
Porém, Conde Olaf não é o parente mais próximo e está apenas interessado na rica herança das crianças Baudelaire. 
Sim, é mais uma série curta (8 episódios) com uma abertura foda:
 Look away, loook away, look away, looook away... ♪♫

5. Degrassi: Next Class:
Não há muito o que resumir, pois ao contrário das outras acima, não é exatamente uma história de aventura, mas é muito boa mesmo assim. A série se passa em um colegial, e tem um cunho educativo. Em cada temporada são mencionados assuntos como feminismo, racismo, aborto, depressão, homofobia... tudo de um jeito leve e descontraído (ou nem sempre). E a abertura é legal também (sim, eu sempre noto).

6. 3 por cento:
Existem dois lados: o lado de cá (onde há miséria, violência, pobreza e injustiça) e o lado de lá (onde tudo é mais calmo, tranquilo, as pessoas vivem bem, com saúde, etc). Só que para passar para o lado de lá, é necessário participar de um processo. Só é possível participar uma vez na vida (ou seja, perdeu, se fodeu), e apenas 3% conseguem chegar ao Maralto.
A série é brasileira e foi (com razão), inspirada em nosso sistema de vestibulares (ou seja: enem, sisu, prouni, etc). Porque realmente, é um absurdo ter apenas 2 ou 3 vagas em uma universidade para bolsa integral/parcial, com o tanto de gente que se esforçou pra passar (alguns até pagaram a inscrição).


E aí, gostou do post? Já assistiu alguma série da lista ou tem alguma pra indicar? Deixe sua opinião ali nos comentários ;)

Share:

0 Fumados comentaram aqui

E aí, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de dizer que sou um lixo, me mandar pra puta que pariu? Comenta aí!

Obs: Não pagarei seu cardiologista nem seu psicólogo/psiquiatra caso acabe precisando.