O que fazer no carnaval que não seja pular carnaval?

Na próxima terça, dia 28, é carnaval. Alguns estarão trabalhando, outros estarão de folga, mas quase ninguém quer saber de carnaval (pelo menos das pessoas que eu conheço).
Porém, haverá folga mesmo assim (pra alguns). O que fazer? Assistir o desfile das escolas de samba na globo? Nããão! 
Vamos ver algumas dicas do que fazer neste feriadito.

1. Maratona de séries/filmes: Sim, é meio clichê e batido dar isso como dica de diversão, mas pra quem é mais caseiro como eu, isso aí é o paraíso. ♥ Pra quem estiver interessado, neste post eu indiquei 6 séries da Netflix, e neste post eu indiquei 10 filmes (justamente para ignorar o carnaval).

2. Parque de Diversões/Pracinha: Me julguem, mas em plenos 21 anos eu ainda gosto de ir em brinquedos como roda gigante, montanha russa, barco viking e etc. É bom pra descontrair um pouco, dar umas risadas e fica melhor ainda se você levar amigos, família ou namorado(a) (se tiver). Se prefere algo mais tranquilo e você tem crianças na sua família, dá pra levá-las em uma pracinha mesmo. Eu pelo menos acho divertido cuidar de crianças, são tão fofinhas! Quando elas gostam de ti, elas já chegam correndo pra te abraçar. *-*

3. Cinema: Outra dica um tanto óbvia, mas quem é que não gosta de ir no cinema, né? Comer pipoca, dar risada [ou sentir medo, caso ainda tenha O Chamado 3 em cartaz e você esteja interessado(a)]. É legal levar alguém, mas também é bom ir sozinho, comer o quanto quiser, assistir o que quiser, na hora que quiser, etc. 

4. Brinque de You Tuber: Se você tem uma câmera, que tal fazer um vídeo no estilo vlog? Mesmo se você não quer publicar, deve ser legal para se divertir, ainda mais se você chamar seus melhores amigos pra participar! ;)

5. Dance com o volume máximo: Se o seu vizinho te irrita e ele também vai estar em casa no carnaval, aproveite pra se vingar dele! Nesse post tem uma playlist com músicas bem agitadas pra soltar a franga e rir muito. Aproveite (se ele tiver aloprado na noite anterior ao carnaval é melhor ainda, pois há grandes chances de ele estar de ressaca).

6. Leve seu cachorro para passear: Se você tem um cachorro, aproveite a folga para passar um tempinho a mais com ele. Se ele não está acostumado a isso, comece andando apenas por ruas próximas a sua casa, e em outros dias, vá um pouquinho mais longe à medida que ele for aprendendo a se comportar na rua ;)

7. Ande de bicicleta: Você mora num bairro tranquilo como o meu? Pegue sua bike, encha os pneus (se necessário) e vá dar umas pedaladas! É muito bom sentir o vento no rosto (especialmente nas descidas de lomba), e de quebra você já está praticando exercício para se manter saudável e longe do sedentarismo.

8. Leia muito: Se choveu, você tá sem internet, sem sinal na TV a cabo e já não pode mais sair, leia! O único problema é que a tarde vai passar voando e quando você menos esperar, já está de volta à rotina de sempre.

9. Comece um diário: Independente de ser homem ou mulher, falar de sua vida no papel é uma coisa maravilhosa porque além de você colocar pra fora o que está sentindo, no futuro você terá registros de vários momentos da sua vida (seja eles bons ou ruins), e se quiser, dá até pra escrever uma biografia, hahaha! Se quer um conselho, não conte a ninguém que você tem um diário, esconda ele bem e escreva apenas quando tiver certeza que ninguém vai te flagrar. Assim você evita que algum curioso se meta onde não deve ;)

10. Comece a fazer algo que você planejava faz tempo: Seja um livro, um blog, uma vlog, uma mudança de visual num blog/vlog que você já tenha, uma tatoo, um piercing, pintar o cabelo... faça o que você queria fazer (ou pelo menos dê início, caso não tenha como fazer em uma tarde) e volte da sua folga realizado(a)!

E você, tem alguma ideia do que fazer no carnaval quando não se está interessado em acompanhá-lo? Diga ali nos comentários!

Share:

0 Fumados comentaram aqui

E aí, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de dizer que sou um lixo, me mandar pra puta que pariu? Comenta aí!

Obs: Não pagarei seu cardiologista nem seu psicólogo/psiquiatra caso acabe precisando.