5 Filmes cult para assistir quando estiver de folga

Como diria Will Traynor de Como eu era antes de você, "conhecimento é poder". E todo conhecimento é válido e bem vindo, certo? E muitos filmes podem trazer boas informações para o nosso dia a dia, seja por falarem de um momento histórico ou por mostrar, por meio da ficção, como viviam pessoas de anos atrás ou como vivem pessoas que lidam com certas doenças. 


1. O Menino do Pijama Listrado:
Baseado em um livro de mesmo título escrito por John Boyne, o livro conta a história de um garotinho que no início da implantação do Nazismo, foi obrigado a se mudar com a sua família para perto do trabalho de seu pai, que era um tenente nazista. Detalhe: a casa era praticamente ao lado de um campo de concentração.
Sem entender nada do que estava acontecendo e sem ter nenhum amigo, ele gostava de explorar a casa, o pátio e os arredores. Em um de seus "passeios", ele encontra uma cerca. E atrás da certa, ele encontra Shmuel, um judeu.
O livro/filme não é baseado em uma história real, mas relata perfeitamente a trágica realidade em que as pessoas viviam naquela época.

2. Histórias Cruzadas:
Em uma pequena cidade do Mississipi, nos anos 60, uma aspirante à jornalista/escritora decide coletar diversos relatos das mulheres negras do município que deixavam suas vidas para servir a elite branca da época (da qual ela fazia parte). 
O que mais me indigna não é a história do filme condizer com a realidade da época, e sim que atualmente já li relatos de empregadas domésticas negras e eles não eram tão diferentes dos que eram contados no filme. 


3. Orgulho e Preconceito:
Baseado em um romance escrito por Jane Austin, uma escritora do século 19, o filme conta a história de Elizabeth e Darcy. Lizzie (apelido de Elizabeth) vivia em uma família de renda razoável, mas de fraco poder social. Ao saber que uma família rica da alta sociedade daria um baile nos arredores, e que havia homens solteiros, a mãe dela e de mais 4 jovens insiste que elas vão, pois naquela época, a garantia de sustento de uma mulher era o pai, e consecutivamente o marido (caso ela conseguisse um).
Porém, Lizzie achava incorreto casar-se visando bens econômicos e pretendia casar-se por amor, o que a levava a rejeitar alguns pretendentes.
No baile, ela conhece Darcy e o considera arrogante e esnobe. Porém, alguns acontecimentos fazem com que eles se conheçam melhor, levando a moça a pensar que talvez seu pré-julgamento sobre ele esteja errado.
O filme é excelente para aprender sobre como era a vida de uma mulher nos anos de  1800.

4. O Curioso Caso de Benjamin Button:
Benjamin Button nasceu quando todos comemoravam o fim da Primeira Guerra Mundial. Porém, sua mãe morreu no parto e ele nasceu com uma doença peculiar: em vez de nascer jovem e envelhecer com o tempo, ele nasceu velho e rejuvenesceu com o tempo.
Apavorado com o que viu, seu pai o deixou na porta de uma pensão para idosos para ser criado por quem o achasse, pois temia não conseguir cuidar dele direito.
Muitos acreditam erroneamente que o filme foi baseado em fatos reais, mas apesar de não o ser, existem duas doenças semelhantes à de Benjamin que você pode ver clicando aqui.


5. Invictus:
Quando foi eleito presidente, Nelson Mandela tinha a intenção de acabar com o Apartheid na África do Sul. Como a Copa do Mundo de Rúgbi estava chegando, ele resolveu usar o esporte para unir a população e chamou o capitão da equipe sul-africana para uma reunião, incentivando-o a fazer com que a seleção nacional vencesse o campeonato.
O filme foi inspirado em um livro de mesmo nome, e é uma das melhores fontes para aprender sobre o Apartheid (tanto que o conheci quando assisti no Ensino Fundamental).

Já assistiu a algum desses filmes ou possui alguma sugestão? Comente ;)

Share:

0 Fumados comentaram aqui

E aí, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de dizer que sou um lixo, me mandar pra puta que pariu? Comenta aí!

Obs: Não pagarei seu cardiologista nem seu psicólogo/psiquiatra caso acabe precisando.