Primeiro Semestre da Facul #MelhoresMomentos

Sábado passado eu disse que teria uma parte dois daquele post pra eu poder entrar em mais detalhes sobre a facul sem transformar um post num livro.
Então, como missão dada é missão comprida, cá estou eu.
Clique em continuar lendo para conferir ;)

Por incrível pareça, o primeiro dia de aula foi numa quinta. Eu cheguei achando que era segunda feira, fui para a sala de Teorias da Comunicação (que era no terceiro andar), e como ainda faltava uma hora para a aula começar, fiquei bem de boa lendo um livro. Até que chegou uma garota perguntando se aquela era a sala de "personalidade 1", e eu achei que ela tava na sala errada até descobrir que a intrusa era eu. Fui na secretaria, descobri que era segunda feira e cheguei na sala de sociologia geral. Deu pra sentar na frente, pelo menos.
Resultado de imagem para gifs sei lá tumblr

No segundo dia de aula eu fui pra sala certa, mas as mesas e cadeiras estavam todas amontoadas. Fui pra secretaria e descobri que as salas mudaram porque uma cadeira tinha sido cancelada. Disseram que mandaram email, mas quando cheguei em casa e fui checar, não tinha nada.
Enfim, fui pra sala certa e a coordenadora me encontrou. Ela precisava me avisar que uma cadeira tinha sido cancelada.
Resultado de imagem para gifs sei lá tumblr

Nesse segundo dia eu já cheguei fazendo amizades e contando minhas histórias. As histórias eram as seguintes: no primeiro dia, eu tinha ido de calça e passei calor. No segundo eu pensei "foda-se, eu vou de vestido! Se acontecer alguma coisa, eu digo pro policial que tava fazendo 40° e eu fiz o que meu coração mandou". O que aconteceu? Caiu um toró e eu cheguei na facul parecendo um pinto molhado. E ainda entrei na sala errada por causa de cancelamento de cadeira. Pois é.
Meu azar me torna uma pessoa divertida, pelo menos.
Imagem relacionada

Se tem uma cadeira que eu amei, foi a de fotografia. Eu sempre dava risada nessa aula, o professor era engraçado também e a turma tinha um clima de zoeira.
Mas tem uma aula em especial que eu nunca vou esquecer...
Uma publicação compartilhada por Amanda (@amandakr0hn) em
Eu sei que eu fiquei horrível nessa foto, mas foi engraçado, vai?
A aula era sobre um efeito que dava pra causar com uma determinada regulagem de obturador e diafagma (eu acho). O efeito era um rastro azul que ficava quando os carros passavam.
Alguns dos meus colegas tiveram a ideia de posar pra foto e o rastro do carro aparecer atrás, um deles quis fazer a pose da Minaj e eu tive a brilhante ideia de fazer pose na placa da rua, fingindo que era dançarina de pole dance pra ganhar dinheiro extra. Não tá fácil pra ninguém, uai!
Esse amigo que quis fazer a pose da Minaj disse que tava doente no começo da aula, mas se animou todo para tirar as fotos. Um dos meus colegas achou graça e disse "cuidado pra não vomitar, imagina o rastro do teu vômito aparecendo na foto?".
Quando chegou a vez dele tirar foto (o que fez a piada), apareceu um homem de preto lá atrás que parecia um assassino. Ele era só o segurança do estacionamento cuidando se a gente não ia quebrar a moto que tava ali (a que apareceu na minha foto). 
Na hora de voltar pra sala, o professor quis mostrar as fotos pra gente ver e o tal "assassino" apareceu no fundo de algumas. 
Eu falei (um "pouco" alto): "ó o assaltante te cuidando lá atrás!!". Todos riram e depois apareceu uma foto dele saindo porque a vez dele já tinha passado, e outro comentou "hmmm vou sair de fininho".
Depois apareceu uma foto da turma que a gente resolveu tirar e ela tava tão desfocada que nós ficamos transparentes. Comecei a zoar que éramos espíritos de alguns alunos que se acidentaram e voltavam pra assombrar a rua de vez em quando.
Acho que o professor sabia como as fotos tinham ficado e a intenção era ver bagunça na sala mesmo.
Imagem relacionada

Como essa história já deu um puto textão (que eu disse que não ia fazer), vou finalizar esse post com a foto de um pôr do sol bonito (que eu trepei numa cadeira na sala de aula, enfiando meu celular pra fora da janela, torcendo pra não derrubar ele lá embaixo porque eu tava no terceiro andar):

Uma publicação compartilhada por Amanda (@amandakr0hn) em

Pera, esqueci de comentar umas coisas: não usei marmita elétrica como eu comentei no post do FIES, voltei a comer no refeitório da empresa recentemente (torcendo pra não tomar no cu por causa disso), e não tô usando a tal da Van (porque são só duas quadras da facul até a estação e eu passei a achar ridículo separar 30 reais por mês sendo que eu tenho pernas). A mochila se auto-destruiu e foi substituída por uma bolsa que cabe todas as minhas coisas, e o plano que permaneceu foi fazer um cartão pro trem (que o nome é sim, e não teu), e carregar com o adiantamento.
Ah: eu já paguei a rematrícula e já comprei os cadernos pro segundo semestre ♥ Aproveitei meu comecinho de férias pra ir colocando minhas séries em dia e tô amando, mas já tô doida pra usar os cadernos novos, ver quais cadeiras eu vou fazer (e quantas vão ser canceladas), quais vão ser meus colegas...
Eu tenho essa mania de ficar imaginando o futuro.

Só mais uma coisa: que eu saiba, a outra guria da seleção do Fies não foi minha colega. O quadrimestre acabou e algumas turmas eram tão grandes (lê-se sociologia geral, mais de 50 alunos) que eu não lembro de toda a turma, nem do nome da maioria.
Agora sim: tchau rsrs

Share:

0 Fumados comentaram aqui

E aí, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de dizer que sou um lixo, me mandar pra puta que pariu? Comenta aí!

Obs: Não pagarei seu cardiologista nem seu psicólogo/psiquiatra caso acabe precisando.