As 6 Modinhas mais Escrotas que eu Já Vi


Todo mundo sabe como é a moda, né? A cada mês uma modinha diferente pro pessoal usar adoidado. Tem o time dos anti modinhas, dos modinhas e o meu: que prefere usar qualquer coisa que gostar e acha babaquice opinar na roupa dos outros. PORÉM, às vezes o ser humano abusa um pouquinho da criatividade e fica um pouco difícil não reparar. E eu não tô falando de calca korova nem de crocs, viu? Tem coisa bem pior por aí...


Aqui no Brazuca a coisa até que é básica, começou com a sobrancelha ondulada, que é meio... hmm, estranha? Mas em comparação com o que está por vir até que dá pra tolerar.

Não bastando a sobrancelha, também inventaram a boca ondulada. Essa terceira de baixo é perfeita pra trabalhar no circo (se bem que até os palhaços preferem o clássico batom vermelho).

Cílios no nariz. Sim, infelizmente isso é do Brasil e veio da brincadeira de uma blogueira (BR é BR, né?), que acabou sendo copiada por uma blogueira canadense e viralizando.
Cês tão vendo por que eu me recuso a ser blogueira de moda? Eu tenho é medo!

All star com salto não chegou a virar moda (ainda bem), mas que é esquisitinho é...

Axilas coloridas? Tá aí, dessa aí eu gostei! Pra que depilar se a gente pode pintar? 

No Japão, tem uma moda chamada Yaeba, que nada mais é do que entortar os dentes caninos, parecendo um vampiro. Eles não fazem isso pra parecerem vampiros, e sim por que acham kawaii.
Pois é, um tanto de gente ao redor do mundo sofrendo pra alinhar os dentes, usando aparelho, virando um estoque humano de comida (a boca vira uma floresta de tanta alface presa), e os japinha lá pagando dentista pra entortar.
Mas nem adianta zoar os japoneses, porque já vimos que os brasileiros também tem seu potencial, né? hahahaha

E você, qual moda achou mais estranha? Usaria alguma delas? Comente ;)

Share:

0 Fumados comentaram aqui

E aí, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de dizer que sou um lixo, me mandar pra puta que pariu? Comenta aí!

Obs: Não pagarei seu cardiologista nem seu psicólogo/psiquiatra caso acabe precisando.