O que dizer sobre a segunda temporada de Stranger Things

Sexta passada (27/10) estreou a segunda temporada de Stranger Things e caralho... vai ser difícil fazer um post organizado sobre isso kkkkk. Passei o fim de semana inteirinho maratonando com o coração na boca e agora resolvi comentar minhas impressões aqui, afinal, eu não devo ter sido a única que já terminou tudo, né?
Mas quem ainda não viu, cuidado com os spoilers que aqui não tem censura, hahaha!

Pra facilitar um pouco a jogada, vamos por tópicos (não necessariamente na ordem em que apareceram na série):

  • Apesar de ter sido burrice, achei fofo o jeito como Dustin se apegou ao filhote de demogorgon que ele achou em sua lixeira. No começo ele não sabia que o bicho era um monstro porque ele era muito pequeno e aparentemente inofensivo, mas mesmo ao perceber que ele crescia a cada troca de pele, ele não se desafeiçoou dele. Se bem que esse apego acabou se tornando um auxílio alguns episódios depois..
  • Eu queria que o Billy tivesse sido pego pelos demogorgons que estavam atacando a casa do Will
  • Não foi nem um pouco difícil perceber, antes dos personagens, que pra destruir os demogorgons bastava tacar fogo neles, mas que como o Will tava conectado com o mundo invertido, ele poderia morrer também. Fiquei surpresa com a cena do exorcismo do Will, achei que ele ia acabar morrendo hahahaha (e sim, eu entendi a referência com O Exorcista)
  • Fiquei com vontade de dar uns tapas na cara da Maxine quando ela ficou bancando a cética, mas acho que no lugar dela eu reagiria da mesma forma se me contassem uma história daquelas
  • Tem uma coisinha que eu queria dizer pra Kali: se teu desejo de se vingar de quem te machucou é tão grande, então não, tu não tá curada. Mas eu entendo que deve ser difícil pra ela, afinal, seus únicos amigos são um grupo de marginais que volta e meia estavam sendo perseguidos pela polícia. E fora tentar lutar, a única outra opção que ela conhecia era se esconder (como Eleven), coisa que ela não queria. 
  • Ainda sobre a Kali: os poderes dela são MUITO fodas também ♥
  • Deu muito dó do Dustin quando ninguém quis dançar com ele no baile, e foi muito fofo ver a Nancy ajudando ele a se sentir melhor e dançando com ele na frente das garotas que o rejeitaram
  • O último episódio teve um feeling de fim de série, não de fim de temporada, apesar de ainda faltarem algumas respostas. Até me perguntei se ainda teria uma terceira temporada hahahaha
  • Tenho a pequena teoria de que os dons da Jane e da Kali podem ter alguma coisa a ver com o Mundo Invertido e Jane inclusive possui a capacidade de abrir e fechar o portal fazendo uso de seu dom. 


As perguntas que ficaram na minha cabeça foram: A mãe da Eleven (ou Jane) ainda vai reaparecer? Como Kali ficou? Afinal, ela ia se vingar dos cientistas mas não estava no laboratório quando o mesmo foi invadido pelos demogorgons que escaparam do mundo invertido. Ela vai reaparecer? Vai guardar remorso de Jane por ter sido abandonada?
E quanto à família de Billy e Maxine? A garota desapareceu, Billy a encontrou na casa de Will, caiu na porrada com o Steve, apanhou da Maxine que deu uma agulhada para sedá-lo, etc e etc, mas no final, quando Maxine estava no banheiro se arrumando para o baile, sua mãe parecia estar super de boa. Billy passou e olhou para Maxine de um jeito sério, ela retribuiu o olhar e só. Como essa história vai ficar na terceira temporada? E se os dons da Jane e da Kali forem por causa de alguma conexão com o Mundo Invertido, como essa conexão funciona? Como elas passaram a tê-los?

É pergunta pra caralho, né? kkkkk Infelizmente só ano que vem pra descobrir isso tudo =(
E você, o que achou da segunda temporada de Stranger Things? Comente ;)





Share:

1 Fumados comentaram aqui

E aí, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de dizer que sou um lixo, me mandar pra puta que pariu? Comenta aí!

Obs: Não pagarei seu cardiologista nem seu psicólogo/psiquiatra caso acabe precisando.