Você é calouro(a)? Então essas dicas são pra você!

Uma nova experiência é sempre uma aventura, porém, como você muitas vezes não sabe onde está se metendo nem o que fazer, às vezes essa aventura acaba se tornando desnecessariamente cara ou cansativa. Principalmente se ela tiver a ver com a faculdade que você recém entrou.
Vem cá que o Fala Aí, Maluco te ensina a fazer tudo de um jeito mais leve (pra não se maltratar tanto), e econômico (pra não maltratar o seu bolso).



X Se você trabalha e estuda, não faça o sacrifício de passar a madrugada copiando/estudando conteúdo. Isso vai te deixar desgastado(a), sonolento e ainda pode prejudicar a saúde. Em vez disso, analise as prioridades, veja qual prazo expira primeiro e vá fazendo tudo aos poucos, sem pressa (mas sem procrastinação também!).

X Seus professores são ótimos contatos profissionais, não hesite em pedir conselhos sobre o que colocar no currículo/porfolio e não tenha medo de deixar um currículo com eles, afinal, nunca se sabe. Vai que você consiga um emprego na área?

X Não banque o antissocial com seus colegas. Lógico que você não precisa ser trouxa e querer agradar a todos a qualquer custo, mesmo sendo pisado, mas não se isole. Tem muitas amizades boas que você pode fazer na faculdade, e elas também podem te avisar quando abrir uma vaga de emprego que seja do seu interesse. ;)

X Não torça o nariz para as saídas de campo, elas podem se tornar ótimas experiências se você deixar de ser ranzinza e aproveitar (dica pra mim mesma também kkkk).

X Leia os livros que os professores sugerem assim que puder (mesmo se não for obrigatório), você tem muito o que aprender com eles.

X Leve lanche de casa, a cantina geralmente é cara pra caralho e você provavelmente não é rico(a) o suficiente pra comer lá todo dia.

X Não precisa de tantos materiais, nem de cadernos tão grandes. Geralmente o "semestre" da faculdade tem 4 meses de aula (pelo menos na minha), então não tem por que comprar caderno de 10 matérias. Um caderninho 1/4 ou 1/8 já dá conta do recado (e não custa tão caro).

X Comprar vários tipos de canetas também não é necessário. Eu uso preta, vermelha e azul porque sou viciada em usar cores diferentes para o título, subtítulo e texto, e mesmo assim é desnecessário (tenho uma verde ainda que veio com um kit que meu pai me deu). Para os básicos, dá pra sobreviver apenas com caneta preta. O marcador pode te ajudar bastante se quiser dar um destaque para as partes mais importantes do polígrafo (embora você possa apenas sublinhar com a caneta).

E pra finalizar, se precisar traduzir alguma coisa, esqueça o google tradutor. Use o Word Reference (clique aqui para acessar), que foi indicado por uma ex-professora minha de espanhol. Ele é praticamente um dicionário online, então as traduções são mais precisas do que o google tradutor. Infelizmente não é possível traduzir frases inteiras, apenas uma palavra por vez, então é importante traduzir tudo e entender o contexto. O bom é que assim aprende-se mais do que apenas jogando no google tradutor e torcendo pra ele não dar a resposta errada.

Tem alguma dica que gostaria de dar para as pessoas? Algum aplicativo que você costuma usar? Gostou do post? Deixe sua opinião e/ou sugestão aí nos comentários.


Share:

5 Fumados comentaram aqui

  1. Oi Amanda; texto muito bom... Gostaria de acrescentar apenas uma dica: o celular! É impressionante o quanto um celular médio nos pode auxiliar na faculdade. A agenda, por exemplo, pode ser totalmente digital. Você pode criar agendas em plataformas do Google, o que é muito prático! E não corre o risco de perder as anotações, horários de aula, prazos para entregar trabalhos... Há ainda uma ferramenta que, embora muitos não utilizem, eu considero fundamental: um aplicativo gravador de voz. Acredite: gravar aulas é algo excelente, e até mesmo pequenas anotações podem ser feitas de forma falada, com qualquer aplicativo gravador. A câmera do celular também pode ajudar; você pode tirar fotos de coisas escritas, evitando de copiá-las. Eu não faço isso (lógico rs), mas que ajuda, ajuda... Por fim: nunca torcer o nariz para livros ou artigos digitais! O digital é muito econômico, e nos polpa de ter de estar tirando xerox ou copiando à mão.

    ResponderExcluir
  2. Adorei suas dicas, sério! Apesar de eu estar quase me formando, tem algumas coisas que você citou que eu ainda não tinha parado para pensar.

    Inclusive, vou começar a praticar algumas!

    Beijos
    Inverno de 1996

    ResponderExcluir
  3. Felizmente eu já aprendi tudo isso logo no primeiro semestre! E... "Leve lanche de casa, a cantina geralmente é cara pra caralho e você provavelmente não é rico(a) o suficiente pra comer lá todo dia." KKKKKKKKKKKKKK com toda certeza, miga

    XOXO http://www.sextadimensao.com/

    ResponderExcluir
  4. A minha dica é tira todos os Fs da sua vida férias, fim de semana, feriado, familia, filho e se liga nos estudos por que se não você se ferra. Não esqueça da colinha haha embaixo da calça ou escrita nela caso seja escura haha.

    ResponderExcluir

E aí, o que achou do post? Gostou? Odiou? Achou uma bosta e tá a fim de dizer que sou um lixo, me mandar pra puta que pariu? Comenta aí!

Obs: Não pagarei seu cardiologista nem seu psicólogo/psiquiatra caso acabe precisando.